Viagem econômica: saiba alternativas para gastar menos nas férias

Se você não quer deixar suas férias passarem em branco, existem algumas alternativas que podem ajudar a ter uma viagem econômica e, ainda assim, inesquecível.

crise econômica comprometeu as férias de muita gente nos últimos dois anos, com as pessoas abrindo mão de viajar por causa de desemprego, inflação e alta do dólar.

Mas separamos algumas algumas dicas que podem te ajudar a ter férias inesquecíveis:

5 dicas para ter uma viagem econômica

Por mais que as férias perfeitas para você possam lembrar excelentes hotéis, restaurantes renomados e muitas compras, existem alternativas mais baratas de turismo e que não comprometem seu orçamento pelo resto do ano.

E isso não significa que você precise abrir mão das comodidades que está acostumado. Pelo contrário, cada vez surgem mais alternativas de viagem econômica que não mudam sua experiência turística, apenas reduzem seus custos.

1. Planeje-se com antecedência

Essa na verdade não é uma alternativa para as viagens de alto custo, mas sim um comportamento que o ajuda a economizar em suas férias.

O planejamento possibilita economizar mais de 30% no valor da viagem se você comprar as passagens aéreas com antecedência, além da reserva de acomodação.

2. Utilize suas milhas

Se planejar seus gastos no cartão de crédito ao longo do ano e estiver associado a um bom programa de milhagem. Neste caso você consegue até mesmo passagens internacionais por pequenos valores.

E se não tiver milhas suficientes para cobrir o trecho, a maioria das companhias já oferece a possibilidade de combinar milhas + dinheiro.

Existem sites que ajudam você a viajar por milhas para qualquer lugar do mundo.

Lembre-se, aqui também é preciso antecedência – ou a utilização de milhas torna-se menos vantajosa do que pagar o valor total da passagem.

3. Hospede-se na casa de outra pessoa

Tudo bem que ficar em hotel seja maravilhoso pela comodidade, pelo café da manhã e pela arrumação do quarto. Mas será que não dá para ter uma experiência igualmente confortável hospedando-se em uma alternativa mais econômica?

Sites como o Airbnb têm ganhado força entre os turistas justamente por este motivo: com antecedência, é possível encontrar excelentes acomodações, por preços muito mais atrativos do que os dos hotéis.

4. Faça turismo a pé

Se vai viajar para algum destino com muitos pontos turísticos a conhecer, tente fazer o máximo que puder a pé, organizando os roteiros para cada dia. Assim, você economiza significativamente em transporte, especialmente em grandes cidades.

Mas se você for para lugares mais longe, coloque os custos na ponta do lápis. Analise e veja se não vale mais a pena utilizar o transporte público ou até excursões.

Para quem não abre mão da explicação de um guia turístico, existem também alternativas aos pacotes oferecidos por agências ou hotéis.

A maior parte das cidades com grande interesse turístico já possui iniciativas de Free Walking Tour, em que você paga a quantia que julgar adequada para o passeio.

5. Aproveite descontos

Aprenda a utilizar os sites de descontos, compras coletiva ou de aplicativos como Grubster. Comece a acompanhar esses serviços meses antes da viagem para encontrar preços mais baixos em parques temáticos, restaurantes ou outros passeios.

Essa é sem dúvida uma forma de não deixar de viver diferentes experiências na sua viagem!

Pronto para uma viagem econômica de férias?

Essas dicas ajudaram você pelo menos a repensar onde pode reduzir custos em suas férias para uma viagem mais econômica? Assim como essas iniciativas que listamos, existem diversas outras que permitem gastar menos para não ter que abrir mão dos planos de viagem neste final de ano.

Lembre-se que uma boa organização financeira não diz respeito a desistir de tudo que gere gastos em seu orçamento, mas sim planejar cada despesa de acordo com o que cabe no seu bolso.

Comente aqui se você gosta das nossas dicas de educação financeira ou se tem algum assunto que gostaria de saber mais. Aproveite e não deixe de seguir a Bari Promotora nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *